O Caminho da Eterna Felicidade tem como fundamento registrar e transmitir, através de reflexões e de estudo os valores essenciais da vida. Abrir as janelas da consciência e verificar que só a verdade e a simplicidade tornam o homem livre e digno de SER humano. Mas só despertando encontrará as respostas que o poderão conduzir ao seu próprio encontro, sintonizando a sua própria alma...


Regras de Conduta — Princípios Racionais e Cristãos

1. Fortalecer a vontade para a prática do bem;

2. Repelir os maus pensamentos;

3. Cultivar pensamentos elevados em favor do semelhante;

4. Não desejar para os outros o que não quer para si;

5. Estender o seu auxílio a quem dele necessitar, quando os meios e a oportunidade o permitirem, mas não contribuir para sustentar a ociosidade e os vícios de quem quer que seja;

6. Ter consideração pelo ponto de vista alheio, principalmente quando manifestado com sinceridade;

7. Não se ligar pelo pensamento a pessoas maldosas, perturbadas e inconvenientes;

8. Combater a maledicência;

9. Eliminar do hábito comum a discussão acalorada;

10. Conservar em plena forma a higiene mental e física;

11. Exercer o poder da vontade contra a irritação;

12. Manter o equilíbrio das emoções na análise dos fatos, para não afetar a serenidade necessária;

13. Adotar, como norma disciplinar, o hábito sadio de somente tomar decisões que se inspirem no firme propósito de fazer o bem, agindo, para isso, com ponderação, serenidade e valor;

14. Conduzir-se respeitosamente na linguagem e nas atitudes;

15. Não descuidar da polidez e da pontualidade, por serem reflexos da boa educação;

16. Promover por todos os meios a longevidade, em atenção ao princípio de que a saúde do corpo depende do bom estado da alma;

17. Cultivar permanentemente o bom humor, por meio do qual as células orgânicas recebem influências salutares;

18. Usar de comedimento no falar, vestir, trabalhar, dormir, alimentar e recrear;

19. Dedicar-se integralmente à segurança e à estabilidade do lar;

20. Apurar ao máximo o sentimento fraternal da amizade para com as pessoas de bem, com a finalidade de intensificar a corrente harmônica afim do planeta, em benefício comum.
.
Fonte: Livro Prática do Racionalismo Cristão